Medicina interrupção da Gravidez …

Medicina interrupção da Gravidez …

Medicina interrupção da Gravidez ...

aborto:

O aborto PODE SER classificada EM VARIAS CATEGORIAS, dependendo da Natureza e das circunstancias em Que ocorre. Por Exemplo, PODE Ser QUALQUÉR hum, (i) natural; (Ii) Acidental; (Iii) Espontânea; (Iv) o aborto induzida UO artificial. Abortos, pertencentes As Três Primeiras CATEGORIAS Não São puníveis, enquanto Que o aborto induzido E Criminoso, salvo como isenções Ao Abrigo da lei. abortos Naturais e Um Fenômeno Muito Comum e PODE ocorrer devido a MUITAS Razões, Tais Como a Saúde ruim, defeito em Órgãos reprodutores da Mãe, Choques, medo, alegria, etc. Acidental aborto MUITAS vezes ocorre Por Causa de Razões patológicas em that a Gravidez NÃO PODE Ser concluída EO útero esvazia Antes do Vencimento do feto. abortos induzidos E negado na lei Como Uma Entrega prematura voluntariamente Adquiridos com a intenção de Destruir o feto. PODE SER Antes obtido em QUALQUÉR Altura do nascimento da Criança natural.

PODE-SE ENTÃO Argumentar Que, se NÃO havia vida Antes do Nascimento, em SEGUIDA, Todos Os Tipos de restrições Legais e sanções Que lidam com uma inferencia fazer feto tornar-se desnecessária a NÃO Ser PARA O limitado estender de impedir os tais Interferências não Interesse da Saúde das Mães. Nesta lógica OU NÃO Uma Mãe DEVE Ser Livre para abortar Pertence Quase inteiramente à categoria das Perguntas Terapeuticos indivíduos. Facilita ter QUALQUÉR Relevância ético OU legal. Nenhum país Dá ESCOLHA absoluta parágrafo como Mulheres em TODO o Período de Gravidez. O Fato de that Durante o Segundo OU Terceiro Trimestre, Quase Todos Os Países restringir a Interferência com o feto, EXCETO POR Razões Médicas implica that they consideram Interferência com o feto Como merecedores de condenação legal. Tal condenação Só poderia sor na base de de that há Algum tipo de Proteção merecedor vida.

O Fato de Que a Saúde da Mulher estaria ameaçada se a Gravidez E levado PARA O termo completo NÃO foi (até Muito recentemente) Reconhecida Como Uma justificação PARA O aborto. Esse Passo NÃO foi Tomada mas, obviamente, constitui hum Maior incursões na Santidade da vida (do feto) fazer that Uma disposição destinada a Prevenir QUALQUÉR Perigo para a Vida das Mulheres.

DIREITOS fazer nascituro:

Vários Especialistas em ética, Como Michael Tooley. Mary Anne Warren, James Rachels. um e Virginia Ramey Mollenkott. ter colocado Diante de criterios Que hum Ser DEVE Cumprir Para Ser Considerada plenamente humano. Para Alguns destes criterios aplicam-se a QUALQUÉR Entidade, SEJA Antes DEPOIS OU do Nascimento. Na Verdade, de according com Tooley, nascimento Não Tem QUALQUÉR Influência Sobre o Estatuto moral do recém-nascido. Aqueles Que defendem criterios parágrafo a plena Humanidade Fazer Uma between distinção "hum humano Sor" e "Sendo uma pessoa." ELES argumentam Que, embora OS Não-Nascidos São parte dos Homo sapiens especie, e Nesse SENTIDO São Humanos, Eles Não São Realmente PESSOAS, Uma Vez Que deixam de Cumprir hum Determinado Conjunto de criterios de pessoalidade.

Um Fim de Compreender plenamente a posição da Mollenkott, considerá o Seguinte:
Kay Coles James de Nacional do Direito à Vida Comité afirmou that a pessoalidade fetal e Um Fato biológico, em vez de Uma Percepção teológica. Mas com Toda a Verdade, o Mais que a biologia PODE AFIRMAR E that o feto E genéticamente humano. A Questão de da Personalidade E AQUELE that DEVE ATRAVES Ser abordada fazer raciocínio religioso. Por ISSO, a Igreja Luterana na América Faz "Uma distinção qualitativa" Entre como reivindicações do feto e "OS DIREITOS de uma pessoa Responsável Feito à Imagem de Deus Que ESTÁ em Relacionamento com Deus e Outros Seres HUMANOS vivos." EXCETO sem Mais materialista de Filosofias, pessoa humana TEM Muito a ver Sentimentos com, Consciência e Experiência interativa."

O argumento de Mollenkott PODE Ser colocado na Seguinte argumento de Esquema:
1. Premissa 1 – Uma pessoa PODE Ser Definida Como hum Ser vivo com Sentimentos, Consciência e Experiência interativa. (Presumo Que Ela Significa Algum tipo de Consciência.)
2. Premissa 2 – Uma Entidade NÃO Nascido NÃO possui como Características de uma pessoa na acepção do Premissa 1.
3. intermedia Conclusão – Portanto, UMA Entidade NÃO Nascido NÃO possui Personalidade.
4. Conclusão Final – Portanto, Uma matando Entidade POR nascer NÃO E MUITO Errado.

Em lugar Segundo, PoDE-se questionar Por Que é Preciso aceitar UMA DEFINIÇÃO Funcional de Pessoa de para excluir OS Nao-Nascidos. NÃO E Óbvio Que como definições Funcionais sempre bem sucedidos.

Da MESMA forma, Quando uma pessoa ESTÁ Dormindo, inconsciente OU em coma Temporário, OU UM recém-nascido, ELE (OU ELA) NÃO ESTÁ FUNCIONANDO Como uma pessoa Como Definido na premissa 2. No entanto, nenhuma pessoa Razoável Dizer Que este individuo NÃO E uma pessoa, enquanto Neste estado.

Por conseguinte, Não Faz SENTIDO Dizer Que uma pessoa passa a Existir when a Função humana contra surtos. Em vez Disso, Faz SENTIDO Dizer Que Uma Entidade Totalmente humano E uma pessoa Que Tem um CAPACIDADE inerente parágrafo naturais dar Origem a funcoes humanas. E Uma Vez Que Uma Entidade NÃO Nascido normalmente TEM ESSA CAPACIDADE inerente natural, (ELE OU) Ela É uma pessoa. Como John Jefferson Davis escreve: "A Nossa CAPACIDADE de ter Experiências conscientes e Lembranças surtos de nossa personalidade; uma Realidade metafísica básica da pessoalidade preceder o desdobramento das Habilidades conscientes Que LHE São inerentes." Portanto, Uma Entidade humana POR nascer Comum E uma pessoa, e, portanto, plenamente humano.

Em OUTRAS Palavras, Porque o Ser Humano NÃO Nascido E uma pessoa com Uma Certa CAPACIDADE inerente naturais (OU SEJA A Essência SUA), Ela vai funcionar Como uma pessoa em Um Futuro Próximo, Assim Como uma forma reversível em coma ea TEMPORARIAMENTE inconsciente Fazer vai fazer MESMO Modo Por causa de SUA natural, CAPACIDADE inerente. Os Não-Nascidos Não São PESSOAS potencial, mas como potencial PESSOAS COM Muito.

Se o feto e Um Ser Humano TEM Direito à DIREITOS (SEJA OU, uma pessoa), ELE TEM O Direito de O Direito à vida. O Direito à vida implica o Dever correlato em TODAS como OUTRAS PESSOAS NÃO Levar uma vida fazer nascituro, EXCETO em Dois Casos: viz. (I) não Caso em Que a Criança comete agressão contra a vida de Outra pessoa; OU (ii) não Caso em Que a vida continuada da Criança e a vida continuou de Outra pessoa São mutuamente incompatíveis, devido Às circunstancias existenciais. Estes Casos envolvem: (i) o privilegio de auto-Defesa, O Que permite Uma Vítima de agressão parágrafo zagueiro SUA Própria vida, MESMO Que A Defesa requer Tirar a vida do agressor; e (ii) o privilegio de auto-Preservação, Que permite Que hum individuo inocente parágrafo Tirar a vida de Outra pessoa inocente em Uma Situação de “Emergência” em that Ambos NÃO PODEM Sobreviver, ea Sobrevivência de Uma Depende da negação Para O Outro da Meios de Sobrevivência. A Questão E: sera que o aborto VEM Dentro de QUALQUÉR excepção Ao Direito de Cada individuo a respeitar e Preservar a Vida de Todos os Outros individuos?
I. O aborto NÃO E UM Exercício fazer Privilégio auto-Defesa, Uma Vez Que o feto NÃO e Um agressor de.

A. Um privilegio de onda auto-Preservação APENAS NAS Situações em Que a vida de Dois OU Mais igualmente PESSOAS inocentes estao em Perigo, e NAO TODOS ELES PODEM SER salvos.

B. A Gravidez NÃO E UMA Situação Deste tipo, não Caso normal. Se fosse ASSIM, em Casos extraordinários, Um Mãe térios hum Privilégio parágrafo zagueiro SUA Própria Vida Por Meio do aborto, or parágrafo Escolher a desistir de SUA vida Pará salvar a Criança (supondo Que ISSO poderia Ser Feito clinicamente). Em Situação tal, Nem o Estado NEM MESMO O Pai da Criança térios QUALQUÉR Direito OU Privilegio de interferir com a decisão da Mãe.

III. suma Em, Uma Vez that O ABORTO NAO VEM Dentro das Duas excepções reconhecidas Ao Direito à vida, ê ê incompatível com o Direito, tanto Quanto o feto ESTÁ em causa, o aborto DEVE Ser ELE MESMO Uma forma de agressão repugnante parágrafo OS Princípios Libertários .

A lei indiana Sobre o aborto:

Seção 312 do Código Penal indiano, define o delito causar de “aborto” como se segue "Quem voluntariamente Faz Com que uma mulher com Criança Ao aborto DEVE, se tal aborto NÃO Ser causadas, de boa fé com a finalidade de salvar a vida da mulher, Sera punido com pena de Prisão de QUALQUÉR Descrição, Por Um Período that PODE IR Até 3 anos OU COM Bem, OU COM Ambos; e, Se uma mulher Ser Rápido com a Criança, E punido com pena de Prisão de QUALQUÉR Descrição, Por Um Período that PoDE IR ATE 7 anos, e Sera also Responsável uma multa.

Explicação: uma mulher, Que provoca-se a abortar, é, na acepção Desta Secção.

OS Autores fazer Código NÃO tenha USADO A Palavra “aborto”, em sec.312, Que Diz Respeito a Uma rescisão ilegal da Gravidez. This Seção fala de ‘aborto’ única, that NÃO figado SIDO Definido não Código. No entanto, aborto, nenhum SENTIDO Seu popular, E sinónimo de aborto e consistem na expulsão fazer EMBRIAO-feto um QUALQUÉR momento Antes de atingir o pleno Crescimento.

A Medicina interrupção da Lei Gravidez de 1971:

Motivos de interrupção da Gravidez:

Portanto, uma violação, Por si Só NÃO E UMA indicação. E um Angústia mental, apos a Gravidez devido à violação, Que É uma indicação diretor. Em OUTRAS Palavras, Angústia mental, E Para Ser Tomada em consideração; provando estupro e afetando SUA Personagem NÃO E Necessário. Sua alegação de that Ela foi estuprada E Suficiente. Mais uma prova do estupro médico Como Exame, Experimentação, Julgamento NÃO E Necessário.

A Lei Diz Que um Angústia mental, devido à Gravidez devido à falha do metodo contraceptivo em uma mulher casada E UMA indicação. PODE UM Sucesso mulher solteira Desta cláusula? Ela NÃO PODE USAR ISSO, mas ELA PODE Obter o aborto soluçar uma cláusula Geral de indicação mental.

O resto dos assuntos VEM nenhum Caso de indicação mental, Onde o aborto E Permitido e Continuação da Gravidez envolveria sepultura prejuízo parágrafo à Saúde SUA mental. ESTA E UMA indicação subjectiva e hum comumente restaurado.

Em hum dos Casos, Onde Uma menina detidos em Bem-estar Instituição da Mulher pediu à Alta Corte Durante uma Pendência da SUA petição writ Que o Tribunal o prazer de PEDIR rescisão de SUA Gravidez EO Tribunal constatou Que a Gravidez era contra a SUA Vontade e Que um Menos Que ELE foi Encerrado uma menina Iria sofrer choque traumático e psicológica, o Supremo Tribunal dirigido rescisão em hum gov. maternidade se OS Médicos Lá no Exame constatou Que o Encerramento NÃO afectava A SUA vida e Segurança.

Consentimento PARA O aborto:

Seção 3 (4) fazer MTPA esclarece um Cujo Consentimento Sera Necessário Para a interrupção da Gravidez.

(A) Sem uma Gravidez de uma mulher, that NÃO tenha atingido A Idade de 18 anos, OU Que, Tendo atingido A Idade de 18 anos, e Um Lunático, Sera Encerrado, EXCETO com o Consentimento POR Escrito de Seu tutor.

(B) Salvo disposição em contrario não cl (a), Não Há Gravidez Será, Encerrado, EXCETO com o Consentimento da Mulher Grávida.

E Importante notar, Seção Nesta, that o Consentimento da Mulher e o Fator essencial Para a terminação da Gravidez. O Consentimento fazer Marido E irrelevante. Portanto, se uma mulher Quer um aborto, mas Objetos de Seu Marido Para Ele, o aborto PODE AINDA Ser Feito. No entanto, se uma mulher NÃO Quer um aborto, mas O Marido Quer, NÃO PODE Ser Feito. No entanto, o Consentimento dos encarregados de Educação e necessaria nenhuma Caso de menores Ou de Lunaticos.

Sempre Que a Gravidez PODE Ser rescindido:

ASSIM, como justificações seguintes oft-argumentou em favor dos abortos permissivas São encontrados na lei indiana.

(1) Terapêutica: A Lei do aborto indiana restritiva de Idade TEM Permitido o aborto Pará salvar a vida da Mãe. Disso Além, uma reformada lei, Como visto Acima permite abortos when a vida da Mãe NÃO ESTÁ ameaçada, mas QUANDO continuaram a Gravidez PODE causar Danos A SUA Saúde física e mental.

(2) A eugenia: o básico de aborto Eugênico E Que Não Há Uma justificação PARA O aborto when se sabe Antes do nascimento that à Criança vai nascer OU mentais físicamente deformado. O feto DEVE Ser dispensado de Uma vida de Miséria.

(4) como CONSIDERAÇÕES Sociais e Econômicos: Um argumento popular, a favor do aborto baseia-se no Direito absoluto da mulher parágrafo Controlar o Uso de Seu Corpo. Ela TEM O Direito a hum aborto um Pedido de encerrar QUALQUÉR Gravidez, that Ela decide that ELA NÃO Quer. E Certo that O Direito de Controlar o Uso do PRÓPRIO Corpo se baseia em Idéias da Liberdade e restrições nela PODE constituir Uma Invasão de privacidade.

atrasos processuais parágrafo Conduzir MTP diminuído

Como principais Características da Medicina interrupção da Lei Gravidez de 1971 were como seguintes:

ASSIM, ELE ajudou a legalizar e Regulamentar a interrupção da Gravidez e Realmente fez Muito parágrafo Elevação das Mulheres. poucos EAo, com hum Número Crescente de Centros e com Novos Problemas surgindo, a lei foi alterada e Passou em 18 de dezembro de Características 2002.Essential da alteração São OS seguintes: –
# No alterada lei, a Palavra "mentalmente Doente pessoa" Abrange Uma Ampla Variedade de Doenças e desordens mentais fazer that A Palavra
# lunatic" Diretor da Lei.
# No lei alterada, o Reconhecimento de hum lugar para o Propósito de Levar a cabo MTP ESTÁ ágora Ao Nível distrital, em vez de um capital do Estado e, consequentemente, atrasos processuais menor DEVE ser.
# No princípio ato, houve Dependência de IPC Para impor uma disciplina. Na lei alterada, uma punição E INCORPORADO na Própria Lei.

O Impacto do ato Ser MTP DEVE Julgado sem contexto da Mudança de valores e atitudes Sociais. Como implicações Sociais da MTP EM meninas solteiras e MTP em mulher casada São Diferentes. MTP na mulher casada NÃO E Considerada Como hum estigma social enquanto MTP em meninas solteiras NÃO E fácilmente aceite e, consequentemente, como meninas São levados Pará Outros Lugares distantes parágrafo MTP, e, portanto, o futuro sociais da menina NÃO E destruída. This Legislação sociais TEM certamente reduziu a Incidência de Suicídio nessas Mulheres, Porque ELES PODEM PROCURAR o aborto seguro nsa TERMOS da lei. A Saúde da Mulher TAMBÉM TEM mostrado melhora, pois como instalações MTP. A aceitação dos Métodos de Planeamento familiarizado APOS MTP also aumentou. E paradoxal Que, apesar de a Comunidade ESTÁ Tendo uma Vantagem de Serviços MTP, enguias Querem Manter o sigilo e NÃO deixar that o Vizinho Sobre ELE.

Questões éticas na MTP:

Questões éticas na MTP:
Embora MUITAS PESSOAS acreditam that MTP E imoral, o MAS não contexto de sociais Realidade Hoje é UMA. Como Questões éticas e Legais em Matéria de MTP atualmente giram em torno da Qualidade do Serviço, à Direita do menor Dependente Para dar Seu PRÓPRIO Consentimento parágrafo MTP, Viabilidade fetal e da coerção. Algumas das Questões éticas São destacadas here.

O aborto inseguro:

Estima-se that 40-60 Milhões de abortos ocorrem em Todo o Mundo E Metade Deles executar pessoa NÃO Autorizada principalmente em Países em Desenvolvimento, COM sepulturas consequencias (OMS, 1990). Educação em Saúde e Conscientização da Comunidade São OS Aspectos Básicos da SUA Prevenção.

Em Uma série de 950 abortos Septicos, 6,47 POR cento OU SEJA, 64 POR 1000 Casos Morreu. Como Causas Mais Comuns de morte São peritonite, septicemia, choque séptico, hemorragia e tétano. O Primeiro Paciente não Estudo tinham hum tipo Muito raro de lesão do intestino, Além de perfuração ileal. O intestino foi puxado atraves da perfuração uterina, enquanto a SUA serosa foi retida a Partir do nivel de perfuração ileal Até APENAS UM pé de distância do duodeno – jejunal Junção e foi encontrada Como como dobras de hum acordeão. O Segundo Paciente Morreu de septicemia com choque endotóxico, peritonite, Insuficiência renal aguda e DIC. This Infecção foi, provavelmente, devido à falta de assepsia adequada e precauções anti-SÉPTICAS.

Medicina interrupção da Gravidez (MTP) E UMA Medida de Cuidados de Saúde Materna, O Que Ajuda A evitar uma Mortalidade materna e morbidade Resultante de abortos ilegais. Nos TERMOS da disposição da lei, uma Até Gravidez 20 Semanas PODE Ser denunciado lhes uma Opinião certificadas de Um UO Dois Médicos registrados, dependendo do Período de Gestação. interrupção da Gravidez PODE Ser realizada POR Razões humanitarias, eugénicas, Médicos e Sociais. Uma Variedade de Serviços de aborto induzido estao Disponíveis Nos Países Asiáticos e Estes PODEM Ser obtidos a Partir de
1. hospitais e Centros Governamentais
2. hospitais Municipais e Maternidades
3. Como Organizações NÃO Governamentais (ONG) UO Clínicas de Agências voluntárias, e
4. ósmio Hospitais Privados, lares OU Clínicas.

Serviços OS São Totalmente Gratuitos / Custo sem Governo e Municipais Centros. E Importante Compreender Que o Estabelecimento de bons Serviços de aborto em base de Uma Totalmente grátis E UMA Medida de custo-benefício.

MUITOS dos Médicos de Clínica Médicos OU Geral do Centro de Saúde Primarios (CSP) São incapazes de fornecer Serviços when Pela Primeira vez se aproximou SEJA POR causa da falta de Habilidade parágrafo Realizar o Procedimento UO um Falta de instalações fisicas Necessárias. Um Programa de Treinamento de choque, especialmente Pará Oficiais Médicos Que trabalham no Bloco nivel de Centro de Saúde Primarios, em Procedimentos Surgical MTP e Outros ESTÁ um Ser implementado em Quatro Estados com como bolsas-in-Aid do Governo da Índia (Ministério da Saúde e Bem-Estar Familiar, Governo da Índia, 1990).

Só apos a Realização Bem sucedida de 25 evacuações de sucção soluçar um Supervisão E o médico licenciado parágrafo Realizar abortos POR Conta Própria (Ministério da Saúde e Planejamento Familiar, Governo da Índia, 1975). O Risco de Mulheres morrem de aborto legal E Extremamente rara. A Mortalidade POR abortos induzidos Legais diminuiu substancialmente Nos Últimos ano. Um meio E de 0,6 POR 100.000 Procedimentos nsa countries desenvolvidos. O Risco ESTÁ claramente relacionada com o tipo de Procedimento Utilizado, Duração da Gestação e reconhecidos Problemas de Saúde Geral / NÃO reconhecidos Presente no momento do aborto.

Falta de Qualidade de Serviço:
NÃO E ético Que o Serviço de Atendimento ao aborto Nem sempre E Acessível as Mulheres Que precisavam. Cuidados de Qualidade, Como bom check-up pré-operatório, a Competência operatório e Acompanhamento São Essenciais Para a Prevenção de Complicações. Papel do médico aconselhar uma mulher Grávida E imensa em relaçao a SUA Própria Saúde ea Saúde do feto. Uma Visão equilibrada e Aconselhamento Adequado na parte do médico PODE Ajudar uma mulher um resolvedor SEUS Conflitos e dilemas.

Repetiu MTP de:
Como Medidas contraceptivas e estao amplamente available mulher MUITAS vezes Passam POR MTP de repetidos parágrafo gravidezes desejadas NÃO Como Medidas de Controle de natalidade. E Absolutamente antiético. Que Usam contraceptivos São MUITO MAIS seguros fazer that o MTP, pois PODE resultar em morbidade e Mortalidade.

Duração da Gravidez e MTP:

1º Trimestre aborto e Mais ético Porque e Mais simples e Mais Amável e Mais seguro do Segundo Trimestre aborto. Na Segunda Mãe Trimestre PODE Sentir o Movimento fetal e a Neste MTP Estágio, MUITAS vezes ELA SOFRE de trauma fisiológico e Sentimento de culpa.

MTP na adolescência:
Combinações de Vários Fatores, Sexuais Como fantasias, Atração Para o sexo oposto, a falta de Educação sexual e also a Mídia Influenciar Os Jovens Ao sexo adolescente, sexo Antes do Casamento, Mais Muito fazem que no Passado. Aconselhamento Adequado, Educação sexual e de Saúde dos adolescentes São Obrigação.

Pré Natal Diagnóstico e MTP:

Aborto seletivo:

Aborto seletivo E de Preocupação sepultura social. E antiético e ilegal also. pressões Sociais e Familiares São such that apesar da Legislação mulher Grávida NÃO OPTAR Pela Determinação fazer sexo pré-natal PARA O feticídio feminino Seletiva. TEMOS de perceber Que selectiva Desafios feticídio Igualdade de sexo e Condição das Mulheres. Incapacidade de reconhecer a Igualdade de sexo E o Sinal de Envelhecimento e decadente sociedade.

Neste Caso, o médico Que realizou o ultra-som e Fuga. Na Verdade, ELE foi concedida fiança antecipada, enquanto uma mulher infeliz Não Tem recurso à Justiça Uma Vez Que o Ministério Público Não Tem Interesse em Seu Caso. E o HRLN Que ESTÁ ágora um APOIAR uma mulher enquanto O Caso se arrasta.

Que É Possível parágrafo Conter o Problema Ao Nível dos Médicos, testículos Que prestam OS, TEM SIDO amplamente demonstrado em Haryana, that also TEM Uma baixa Relação infantil sexual de 820. O foco here foi justamente não sem escrúpulos e comercia- Médicos ocupados e NÃO Sobre as Mulheres que São ELES PROPRIOS Vítimas de pressões Familiares, Diz Manmohan Sharma da Associação Voluntária de Saúde da Punjab, lembrando that Punjab poderia Aprender com a Experiência Haryana.

Médicos Privados parecem Ser OS principais culpados em Punjab also. Diz Satwant Kaur, Presidente da Mahila Mandal (grupo das Mulheres) em Baladi vila Kalan não distrito de Fatehgarh, "dispensários Governo São Praticamente disfuncional e como PESSOAS São Forcadas a ir a Médicos Privados, Que estao sem escrúpulos e fautor de Lucros. A Menos Que enguias estao parados, a Determinação do Sexo vai continuar ‘."

Especialistas also culpam a Política de Controle da População com SUA ênfase indevida Sobre a Filhos norma de Dois. Diz o Dr. Mira Shiva, Chefe da Divisão de Políticas Públicas da Associação Voluntária de Saúde da Índia: "OS desincentivos PROPOSTAS – Como Negar o Terceiro filho de hum Cartão de racionamento UO uma escola Inscrição em Uma do Governo, e negando OS Trabalhos pais do Governo – Iria incentivar AINDA Mais uma Prática de Determinação do Sexo."

Pesquisador Dr. Sabu George, um dos peticionários não Caso do Supremo Tribunal cita o Exemplo da China Para reforçar o Ponto. "Os demógrafos descobriram that Pequenas FAMÍLIAS Trabalhar meninas contra. Na China, Onde o sexo-Seleção foi incentivada POR 20 anos Como Uma Medida de Controle populacional, a escassez de meninas e Tao do aguda ágora Que em 2000, a uma China tinha de aprovar Uma lei Para combater o Crescente Problema do rapto de Mulheres jovens!"

COM Projecções Demográficas estimar Que haverá 40 POR Cento “meninas desaparecidas ‘em Punjab, na Próxima Geração, como autoridades estao um panic Ficar em. Harjeet Taneja, o Programa Oficial de Distrito Afirma Que o Governo ESTÁ Fazendo o Seu Melhor Para Aumentar a Conscientização Sobre O Mal fazer sexo-Determinação e feticídio feminino. "TEMOS Organizado funcoes when nasce Uma Menina Para dar uma Mensagem de that como meninas São Tão IMPORTANTES Quanto OS Meninos, slogans cunhou Como "Nasce Uma Menina! Fazer Feliz!", Feito parede Escrito e Colocar Cartazes Sobre a menina."

Quanto hukumnama fazer Akal Takht, um ano Abaixo da Linha, o diktat Parece ter Tido POUCO Impacto. ditames Religiosos NÃO PODEM Fazer a Diferença when como meninas TEM UM Estatuto secundário na sociedade, dizem OS Líderes da aldeia. E Como Acontece com OS Outros Passos Para resolver o Problema, o hukumnama ESTÁ Mais vocacionado parágrafo O Público Sikh fazer that parágrafo OS Médicos sikh Que realizam testículos de Determinação do Sexo.

MTP e AIDS:

Embora algumas autoridades aconselham a interrupção da Gravidez em todos OS Casos de HIV positivo E UMA Questão discutível. Vários Estudos mostram that uma percentagem de Transmissão de Outros PARA O Bebê varia de 12 a 15% (em Estudos de Colaboração Europeus) a 45% Nos Países Africanos.

Questões éticas Que levam a Questões Legais:
Problema jurídico PODE surgir nenhuma Problema Seguinte:
1. Uma Feito Denúncia sem Aconselhamento Adequado e Consentimento.
2. Continuação da Gravidez APOS MTP. E Um Problema ético em Que a Gravidez E continuado apesar da Tentativa de rescisão, tanto Quanto Um Mãe e fazer feto. Se o Bebê Mais tarde na vida VEM um sabre Que ELE / ELA foi hum NÃO Desejado hum Conjunto psicológica Séria parágrafo Trás Levando Ao Ódio Ao pai PODE Ser dado em Cima. Do Ponto de vista jurídico, ser PODE Carimbado Como ato de negligencia.
3. Entre MUITAS Razões de “Técnicas defeituosas ‘MTP falhadas e Um Deles.
4. diagnóstico incorreto e MTP. NÃO E ético tentar MTP sem Confirmar a Gravidez. MUITAS vezes, uma Gravidez ectópica E desperdiçada. ISSO PODE Colocar em Risco a vida da mulher e, consequentemente, convidar litigio.
5. A morbidade e Mortalidade, MESMO Apos o Procedimento atribuível à negligencia e Tratamento inadequado dado a ELA não follow-up.
6. MTP em Primigravide E Motivo de Preocupação ética sepultura. A Primeira Gravidez E o Mais bem-vindo a Família uma, de MoDo Que o trauma físico e mental, transmitida a ELA NÃO PODE Ser substituído. Além Disso, há Uma Chance de Infecção Levando a morbidade e Até MESMO sem futuro, secundário infertility- Uma cura para a Vida adulta em Nossa sociedade.

psicossociais Aspectos fazer MTP:

Fatores Que afetam Respostas Psicológicas:

Suporte social:
A grande maioria dos patients Que solicitam MTP não Nosso país VEM da Grande Família Comum. Os Médicos TEM observado na SUA Própria Prática Que, Quando Essas Mulheres se submetem a MTP com hum Apoio Psicológico Cheio de SEUS maridos e Familiares há Incidência de sequelas psiquiátrica negativo E Mínimo. Pelo contrario a sofrer mulher Isolamento tendem social de uma sucumbir Ao Sentimento de culpa e Reação fisiológica adversa.

Idade gestacional Ao rescisão:

Segundo o aborto Trimestre constitui hum grupo de alto Risco Para a existencia de Sofrimento fisiológico. Uma Razão Pará ISSO poderia Ser Que Quanto Maior o ritmo de Gestação Maior a chance da mulher desenvolver Ligação emocional com o feto. A Segunda Razão E a Natureza do Procedimento técnico envolvido no Final de MTP de.

Procedimento técnico da MTP:

Todos no Primeiro Trimestre de MTP de Envolver o Procedimento relativamente Rápida de Aspiração e de evacuação. Sobre Outros OS e, a maioria dos Procedimentos parágrafo 2º Trimestre MTP ENVOLVE submétrico OS PACIENTES um hum Procedimento de Entrega. Nos hospitais gerais de fora do país, Essas Mulheres MUITAS vezes abortar NAS salas de parto NAS próximidades de filhos de Chorando recém-nascido. Essas Mulheres contribuíram Definitivamente hum grupo de alto Risco parágrafo sequelas Psicológicas negativas.

O Processo MTP Tomada de decisão:
Quanto Maior a dificuldade de hum Paciente é Sua Família SOFRE na Tomada de Uma decisão de interromper a Gravidez, o Mais provável Será, como Respostas negativas Apos uma rescisão. Se uma mulher experimenta duvidar Que encerra SUA Gravidez, ELA DEVE Ser aconselhada pacientemente. Hasty Tomada de decisão MUITAS vezes PODE Levar um profundo pesar e Depressão posterior psicose ou.

Parenthood Obrigatório e filho indesejado:

Nenhuma DISCUSSÃO Sobre o Aspecto Psicológico não MTP PODE Ser completa sem enfatizar OS principais Efeitos negativos that PODEM ocorrer when Uma Gravidez E Forcado em uma mulher apesar de, como leis de aborto liberais de Hoje. ISSO PODE ocorrer devido a pressao emocional não Marido OU fazer Membro Mais Velho da Família. ISSO TAMBÉM PODE ocorrer devido a equívocos Sobre a Segurança dos abortos legalizados Modernos OU executada religiosa e moral; Valores. Vários Estudos Tem enfatizado a Danos de Longo Prazo Que PODE ocorrer com as Mulheres da Saúde mentais Como resultado da maternidade indesejada e OBRIGATÓRIA. Tambem nao se desen Esquecer o destino de Crianças NÃO desejadas Que tendem a Ser física e mentalmente prejudicado.

Femininos Relacionados um sexo MTP Está na Índia:

Apesar de Govt. legalização dos esforços de Organização contrapartida social de um desagradável Prática, a Determinação do sexo ilegal e feto fazer sexo feminino MTP continuam a Ser realizadas amplamente nenhum out país. Os Médicos Já se deparou com Vários Casos de Reações Psicológicas adversas sepulturas em Mulheres Apos o MTP de repetidas Desta Natureza. Mais ESTUDOS São Necessários Para identificar o Fator Relacionado a este fenómeno EO Seu Impacto fisiológico Sobre as Mulheres e Sobre a sociedade los Geral.

lei MTP E calma Preciso. No entanto, na Nossa Situação MUITAS vezes como leis Não São seguidas no Espírito UO uma letra.

Consentimentos e Opiniões: Lei also Exige Certas Formas de consentimentos e Opiniões um Serem preenchidos pingos de Uma MTP, embora raramente E seguido à letra da lei, Quando hum Acidente ocorre. Advogados tendem a desenterrar todos OS Detalhes Pará Mostrar Que o médico foi negligente. Por ISSO, è sempre Melhor para Pelo Menos Fazer Anotações em formato Adequado nenhum papel Caso relativamente a estas Questões. A autorização adequada E Extremamente Importante parágrafo MTP. Consentimento em Caso de MTP E MUITAS vezes controverso. Uma Coisa E Certa de that uma mulher adulta PODE dar o Seu Consentimento Pará Seu PRÓPRIO MTP, e o Consentimento de Seu cônjuge NÃO E necessaria. No entanto, E Sábio Para Obter O Marido UO uma Assinatura de QUALQUÉR Outro adulto da pessoa Como Testemunha o Consentimento da mulher.

No Caso de Uma moça solteira Seu namorado Não Tem estatuto jurídico e o Seu Consentimento NÃO E válido nenhuma sim da lei. Um médico começou a ter Problemas Onde Uma menina menor alegou-se um Ser hum dos principais e assinaram o Consentimento. Como nos Olhos da lei, E da Responsabilidade do médico Para garantir a Idade do Paciente e Levar o Consentimento de Seu tutor, se Ela É menor.

Problemas Médicos Que surgem devido a Complicações Por Causa do Processo: há hum Caso de morte súbita devido a anafilaxia parágrafo anestesia local. Há AINDA PODE that ter SIDO Inevitável, mas permanecem Dúvidas se o teste foi Feito Para uma anestesia local, e se o Tratamento Adequado de anafilaxia foi Julgado OU NÃO, Torna-se Problema adequada médico-legal. Às vezes, um ginecologista Leva Todo o devido cuidado, mas se OS autos estao incompletos, ELE OU ELA E susceptível de Ser implicado. Em Outro Caso, a morte foi causada Antes MESMO de Iniciar o Procedimento Durante a Indução da anestesia Pentothal, mas o médico estava implicado, Porque Não Há Investigações pré-operatórios were Realizados e Paciente Acabou POR Ser hum Diabetico.

Em SEGUIDA, VEM A Última categoria de sequelas Imediato UO a Longo Prazo. Documentação adequada e meticuloso Ajuda explicação ALIVIAR OS Problemas médico-Legais, especialmente se Menção de Complicações TEM SIDO Feitos Nos Formulários de Consentimento. EM UM CASO Recentes de sequelas de Curto Prazo, circunstancias peculiares EM that was MTP Realizado PODE SER apontadas. O Paciente estava Bem POR 2 Semanas, e ENTÃO de Repente expirou enquanto anda na estrada. Por causa da morte súbita autopsia foi realizada na qua were relatados Alguns Produtos de Concepção infectados sem útero. Uma vez that nenhuma Outra causa de morte poderia Ser dada, um fez Polícia hum Caso de negligencia criminosa contra o médico. Este Caso E TAMBÉM AINDA um Ser Decidido.
Em Conclusão PoDE-SE VER, UM PROCEDIMENTO Simples Como MTP dez hum Monte de implicações legais implementadas, a maioria DOS Quais PoDE SER evitado COM A Informação pré-operatória adequada e Cuidados.

TAMBÉM foi, Pela Primeira vez em Qualquer Lugar, that o Fracasso da Contracepção foi legalmente Aceito Como Uma Razão valida parágrafo interrupção da Gravidez, independentemente do Fato de Que uma mulher estava Passando POR SUA Primeira OU subsequente a Gravidez, OU SE ELA NÃO tinha Filhos Sobreviventes. O Consentimento da mulher era exigido POR Escrito e hum médico Teve Que Formar Uma Opinião de Boa Fé Que a Gravidez SEJA terminada OU Era Uma Ameaça à vida UO A SUA Manutenção poderia causar Dano físico UO sepulturas mentais Pará Um Mulher. Na Verdade, Tudo O Que ELE tinha uma Fazer era Para assinalar Uma Opção em hum Formulário Impresso, MESMO SEM gravar como Razões Clínicas Para faze-lo. Era Tão simples Como ISSO. Toda a gente TEM um IMPRESSÃO de that o aborto foi legalizado, enquanto a Lei Única Especificada Certas condições em that Uma Gravidez poderia Ser Encerrado. A maioria dos Médicos, advogados e assistentes Sociais AINDA estao soluçar ESSA IMPRESSÃO errada Hoje.

Assim Como Existe hum arco NAS contraditório norte e oeste do país, TEM Uma frente polar Que se estende do sul do Pará o leste, em that A Queda não CSR ESTÁ Bem Abaixo da Média nacional. Este arco constitui de Todos os Estados do Sul, Bem Como Orissa, Bengala Ocidental e Bihar. A Maior parte do Campo de Morte e o Chamado Desenvolvido e industrializado cinto em Que a renda per capita, Bem Como a taxa de alfabetização (EXCETO parágrafo Rajasthan e UP) esta Bem Acima da Média nacional.

Estima-se Que tinha o CSR estabilizado em 1981, a térios havido hum Adicional de 3 Milhões de meninas nd Cabeça contagem Feita em 2001. UM Estudo Realizado EM 7000 abortos registrados em Pune mostrou Que hum Único feto fazer sexo masculino tinha SIDO abortada. Alguns Estudos TEM sugerido that Até dez vezes o Número de abortos oficialmente relatados São Realizados EM áreas Rurais em condições primitivas, e em Clínicas registrados Nao em áreas urbanas. Este valor E Impossível de VerificAR. Este feticídio em Uma escala horrenda Levou A Queda acentuada no CSR. Traduzido PARA O Impacto Sociológico, ISSO implicaria hum aumento na Incidência de crime sexual contra Mulheres e Crianças Como also aumentou a hostilidade Entre Homens Que conduzem a avarias há FAMÍLIAS transtorno na vida Há fazer dia-a-dia, a homossexualidade Forcada e hum aumento na Incidência de HIV. O texto Padrão parágrafo OS Problemas Sociais indiana terá Uma Revisão substancial.

A Legislativa Dimensão:
O Problema foi identificado na DÉCADA DE 90, Quando o Censo de 1991 mostrou hum ao declínio acentuado no CSR. Ativistas e Organizações interessadas decidiu direcionar a Determinação do Sexo e NÃO uma causa Primária, Que foi um Própria Legislação. Este foi possivelmente devido a Uma apreensão equivocada de that OS DIREITOS das Mulheres seriam afetados. Infelizmente, o PNDT (Pré-Natal Técnica de diagnóstico) Act, Que foi promulgada em 1994 e SUAS versões posteriores, um Fim de impedir a Determinação do sexo pré-natal mostrou-se Peças ineficazes de Legislação.

Começando com Uma Compreensão errada da Medicina interrupção da Lei Gravidez, percorremos hum Longo Caminho Por Um Terrível Caminho, e Parece haver NÃO FIM à Vista para a carnificina da menina. O Que É Necessário ágora E uma re-examinar a aplicabilidade da lei na área de falha do Método contraceptivo, e Começar de Novo com Uma Nova Perspectiva.

Se o Estado consideră that Uma Gravidez DEVE Ser Encerrado Como resultado de falha da Contracepção Como Uma Medida de Controle populacional OU MESMO Como Uma Questão de Escolha, ENTÃO NÃO seria apropriado ter Dois OU Mais Filhos Sobreviventes Antes da SUA cessação ocorre? A linguagem da Explicação II Afirma Que o Fracasso da Contracepção PODE presumir a constituir Uma sepultura lesão, e NÃO presumir-se that Constituinte Uma sepultura lesão Como na explicação Que Diz Respeito Ao estupro. Isto É implica that hum médico poderia recusar a terminação em Razão da falha da Contracepção, um Menos Que a Gravidez Era Uma Ameaça à vida OU susceptível de causar lesões mentais sepulturas. O Estado tinha Passado o ônus Ao médico Que tinha that Decidir Cada Caso POR SEUS PROPRIOS meritos, de boa fé.

This térios modificação simples de Explicação II hum Efeito de Longo alcance em prender ESSA dizimação da População feminina. Uma mulher AINDA térios o recurso a todas como disposições da Lei, MESMO Que foi um SUA Primeira Gravidez. A Restrição seria APLICÁVEL Como Uma diretriz, APENAS QUANDO uma cláusula de falha da Contracepção foi invocado com vista um that Evitar como FAMÍLIAS de pressurização uma mulher Para Produzir Uma Criança fazer sexo masculino, Como also Para esclarecer a posição do Estado para Todos Cidadãos OS, incluíndo OS Médicos. O Critério, de recusar o aborto AINDA descansar com o médico, MESMO se uma mulher tinha Dois OU Mais Filhos. O esclarecimento that foi sugerida em nada modifica o ato em si. Desde rescisão POR Conta de falha da Contracepção PODE Ser permitida SOMENTE APOS Duas Crianças los Geral e, em certos Casos Excepcionais, Caso contrario, o haveria Pouca necessidade de Obter o sexo da Criança Determinado.

ISSO Torna Muito Claro Que o Estado seria feliz PARA O aborto Para Ser USADO Como hum Meio de Controle populacional. Tambem e interessante Notar a especificação do termo “casada mulher”. Isto É Localiza Gravidez Dentro do contexto do Casamento, incorporando Noções Culturais de castidade na lei. Apesar de, legalmente, as Mulheres solteiras Não Tem Acesso a MTP uma, sanções Sociais contra o sexo pré-marital PODE assumir uma forma de censura dos Médicos OU MESMO uma recusa de Realizar hum aborto. Essas Mulheres se Eles Não PODEM Pagar Serviços Médicos Privados PODEM OPTAR POR Ir para charlatães, em vez de USAR Serviços Públicos de Saúde POR Medo de censura e sociais sanções.

O Relatório da COMISSÃO Sobre o Estatuto das Mulheres da Índia sugeriram VARIAS OUTRAS alterações that were Necessárias na Lei MTP. ELES apontaram Que, embora o Consentimento de menores com Idade superior uns Anos aplane era Necessário Pará página Outros Procedimentos Surgical, de according com a Seção 3, subsecção (4) (a) da Lei, o Consentimento de Uma menina menor de Idade NÃO foi Necessário Para o MTP. ELES sugeriram that this distinção foi desnecessária e PODE Levar um Tutores atraentes raparigas se submétrico a Operação ESTA, MESMO QUANDO Eles Não Querem ISSO. O Consentimento do Paciente DEVE Ser essencial. This cláusula also se aplică as Mulheres Lunaticos de QUALQUÉR Idade.

Bibliografia:
Livros Indicados:
‘Richards P. Edward e Rathbun C. Katharine, Lei Medical Care, edição de 1999, a AN Publicações Aspen.
“Morgan Derek, Questões de Direito Médico e Ética, Edição 2001, Cavendish Publishing Limited.
“Cox H.W.V. Jurisprudência Médica e Toxicologia, 6ª edição de 1998, o Livro de lei Co. (Pvt.) Ltd.
‘Shaw Leis S. P. de Crianças na Índia, edição de 2001, a Agência de Lei Allia.
‘Goonesekere Savitri, Direito Crianças e Justiça, edição de 2000, a Agência de Lei Allahabad.

referidos Artigos:
‘Davies A.C.L. "De: Não confie em mim, eu sou um doutor: Regulação Médica e em 1999 Reformas do SNS, Vol: 20, No.3 de 2000, a Oxford Journal of Legal Studies.
‘"Aborto e interrupção médica da Gravidez Act de 1971", As disposições pertinentes da Lei Especial, Pg.35, Symbiosis Centro de Atenção à Saúde.
“Deshmukh KK, Medicina interrupção da Lei Gravidez de 1971, o manual de Medicina interrupção da Gravidez "Uma Atualização", 3a edição, pág: 8, FOGSI Publicações.
‘Chowdhury NN Roy, o Levantamento Geral da Mortalidade materna, morbidade, Complicações e sequelas da MTP, manual de Medicina interrupção da Gravidez "Uma Atualização", 3a edição, pág: 12, FOGSI Publicações.
‘Bhatt RV, Implicações Sociais da Lei MTP, manual de Medicina interrupção da Gravidez "Uma Atualização", 3a edição, pág: 25, FOGSI Publicações.
‘Mukherjee GG, Das H. S. “Questões éticas na MTP"Manual de Medicina interrupção da Gravidez "Uma Atualização", 3a edição, pág: 29, FOGSI Publicações.
‘Roa KA, papel do diagnóstico pré-natal não MTP, Aspectos Específicos da MTP, manual de Medicina interrupção da Gravidez "Uma Atualização", 3ª edição, pág: 85, FOGSI Publications.

Encontrar hum advogado
Conhecer como SUAS opções Legais
Informações Sobre SUAS Questões Legais

mensagens Relacionados

  • Medicina interrupção da Gravidez …

    Uma mulher Que ESTÁ considerando a Uma sofrer interrupção médica da Gravidez DEVE considerar a SUA decisão com cuidado Antes de Tomar a decisão de Prosseguir. Medicina interrupção da Gravidez: Definição Este …

  • O aborto médico – Medicina interrupção …

    O Que rápido Você Precisa Saber Sobre o aborto médico em NSW? E o aborto médico Pará rápido Você? A maioria das Mulheres Que procuram interromper a Gravidez preferem o aborto médico em NSW Como e conveniente e …

  • Medicina interrupção da Gravidez …

    O Que É UM aborto médico? A mifepristona mifepristona e Um fármaco Utilizado Para bloquear a hormona progesterona, Que É Uma hormona essencial Necessário Para a Continuação de Uma Gravidez. Bloqueando o …

  • Como gerenciar Gravidez Terminação …

    Gravidez indesejada PODE Ser Controlada Tomando Kit MTP. MTP kit inclui mifepristone e misoprostol comprimidos. O consumo de pílulas do aborto e Mais Adequado fazer operado that comeca-lo. O médico …

  • Rescisão induzida da Gravidez …

    Rescisão induzida da Gravidez (ITOP) Por Conveniência e de according com Oklahoma Estatuto (63 O.S. Seção 1-738) o Seguinte Documento foi fornecido Que Contém Todas Oklahoma …

  • Medicina interrupção da Gravidez …

    A terminação “médica” só PODE Ser Feita no Início da Gravidez. Trata-se de Tomar 2 Tipos Diferentes de medicação, O Primeiro um “anti-progesterona” para Parar a Gravidez crescendo OE …